Projetos Selecionados Selecionados Cronologia
Serração 4

Uma antiga serração de madeiras e carpintaria convertida numa habitação

A particularidade desta intervenção prende-se essencialmente com a sua localização, um interior de quarteirão devoluto na malha consolidada de Campo de Ourique, e com a transformação do seu uso para habitação unifamiliar.
Fachada, vista de rua

O objeto em intervenção era uma antiga serração de madeiras e carpintaria, que se encontrava desativada.

O acesso, exclusivamente pedonal, era feito através de um corredor exterior coberto até um pátio privado que precedia a entrada no armazém e funcionava como antecâmara. Hoje, o acesso mantém-se pelo túnel existente, mas permite a entrada pedonal e viária. O pátio está agora mais amplo e a fachada recua para que se ganhe, simultaneamente, um espaço exterior coberto e descoberto. É através deste pátio que temos acesso à entrada principal, e é no piso térreo que se faz a distribuição dos quartos da casa. A partir do átrio de entrada acede-se também ao piso superior onde se encontra a área social da habitação. A particularidade desta intervenção prende-se essencialmente com a sua localização, um interior de quarteirão devoluto na malha consolidada de Campo de Ourique, e com a transformação do seu uso para habitação unifamiliar. O seu caráter singular nasce não da forma e aparência exteriores, mas da memória interior, resultante da época em que foi construído e da função que na altura desempenhava. As texturas e cores criadas pelas paredes de tijolo maciço e a presença da madeira estrutural, pontuadas por elementos metálicos, conferem-lhe uma riqueza plástica e histórica que procurámos manter.

Fachada, perspetiva
Zona de estar, ambiente

Localização, Lisboa, Portugal
Cliente, Privado
Área, 394 m2
Fase, Construído
Ano, 2016 - 2018

Arquitetura, Pedro Silva Lopes, Marcus Cerdeira, Maria do Rosário Jacinto, Teresa Barbosa, Rita Costa (in-house)
Especialidades, LFV Engenharia
Fiscalização, João Paulo Branco (in-house)
Construtora, Ecbuild
Fotografia, Fernando Guerra

Fachada principal, vista de rua
Zona de estar, ambiente

No caso da volumetria, por se tratar de um corpo sem logradouro ou frente de rua, a antiga serração não assegurava as necessárias condições de ventilação e iluminação natural. Desta forma, a introdução de vazios permitiu criar pátios nos diferentes níveis, funcionando como fachadas abertas para um espaço de privacidade e de comunhão.

Deslizar
Área de implantação, vista aérea
Suíte, ambiente
Suíte, pormenor
Zona de estar, pormenor
Terraço, pormenor
Varanda, pormenor
Área de implantação, vista aérea